domingo, maio 30

EUROPEIAS Por aqui, a campanha pelas eleições tem sido discreta, com excepção da presença cada vez mais notada de Lionel Jospin, o ex-primeiro-ministro socialista que há dois anos fez birra quando perdeu para Jean-Marie Le Pen na primeira volta das eleições presidenciais e anunciou o abandono da vida política. O desejo de Jospin voltar a intervir é notório - os Guignols, a contra-informação francesa mas numa versão muito melhor, fizeram umas piadas óptimas com isso - e na sexta-feira foi estrela num comício em Toulouse, onde criticou o governo de direita. Mas sempre que lhe perguntam, nega sempre e veementemente um regresso à política. Quem é que ele me faz lembrar?

PS: A propósito, a esquerda vai à frente nas sondagens.

1 comentário:

jpt disse...

o general eanes? o mário soares? o pinto balsemão? hermético post...